terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Ana Paula Valadão e a bota de couro

 

Por Leon Neto [Leon Neto] | 31 Dec 2012
 
Deixa eu começar dizendo que nada tenho contra Ana Paula Valadão; na verdade essa coluna não é sobre ela mas sobre sua cada vez maior, multidão de seguidores. Mas, acontece que dia desses na internet apareceu um vídeo de Ana Paula em um culto, falando sobre uma determinada bota de couro de cobra, uma “piton” para usar as palavras da cantora.

A estória era meio que para justificar a compra da tal bota, segundo ela mesma um produto bastante caro. Ana Paula afirma no vídeo que Deus falou com ela e mandou que ela comprasse a tal bota, ao que Ana prontamente obedeceu, dizendo “eu quero pisar nessa cobra!”. Assim, uma das justificativas, (muito embora se Deus mesmo a mandou comprar, que mais seria necessário para justificar o ato? ) seria o simbolismo de estar “pisando na serpente” por onde ela caminhasse. Ana Paula afirma então que Deus a levou para muitas nações com essa bota e que inclusive uma das igrejas que visitou estava enfrentando um “principado de piton”(?). O vídeo termina com a cantora dizendo que após uma viagem para Dallas, sua querida bota veio a falecer, talvez vitima de fungos e da umidade local. Mas que Deus já havia falado com ela novamente para comprar uma bota de cowboy e sair pelo mundo ganhando cowboys e peões para Cristo.

Como disse no começo, não estou aqui para criticar diretamente Ana Paula Valadão, a quem não conheço pessoalmente, mas pessoas próximas de mim e que a conhecem afirmam ser ela uma pessoa simples, autentica e sem estrelismos. Contudo, não dá pra ficar calado diante de tanta baboseira. Se ela queria comprar a bota de couro, que comprasse pura e simplesmente. Ninguém iria criticá-la; ela tem todo o direito de comprar e usar o figurino que bem entender. Uma bota de couro, por mais cara que seja, não seria demérito nenhum para seu ministério. E esse negocio de “pisar na cobra” não faz o menor sentido.

Em primeiro lugar se a bota era de couro de “piton”, nem venenosa ao menos, era. E que negócio é esse de achar que o réptil é um ser maligno? Quem disse isso? Na Bíblia a serpente é usada como símbolo do mal e do próprio satanás, como vemos em Genesis e Apocalipse, mas também foi usada como símbolo de cura e redenção, no episódio no deserto, quando Moisés foi instruído por Deus para elaborar uma serpente de metal e hasteá-la bem alto para que todos os que tivessem sido picados pelas serpentes de verdade pudessem ser curados ao olhar para a serpente de metal (Números 21:4-9). Alguns teólogos inclusive, acham que a serpente de metal representa Jesus Cristo e seu sacrifício na cruz. Além disso, Jesus recomenda a seus discípulos que sejam cuidadosos como a pomba e astutos como a serpente (Mateus 10:16). O mal não está no animal mas no que ele simboliza em determinado contexto. Não fosse assim, estaríamos todos nos, cristão empenhados em exterminar todas as serpentes do mundo (o que causaria uma superpopulação de ratos, por sinal…).

Mas, o que mais me incomodou no vídeo, não foram as bobagens ditas por Ana Paula, mas sim a reação da congregação que dizia amem a tudo e aplaudia como se aquilo fosse o mais profundo estudo bíblico do mundo. É importante, diante de uma sociedade que se especializou na criação de ídolos, que não permitamos em nossas igrejas que o mesmo aconteça em relação a cantores, bandas e pastores. A Bíblia diz que “todos pecaram e destituídos estão da Gloria de Deus”(Romanos 3:23); o poder que emana dos ministérios não vem das pessoas mas sim de Deus. Quem se esquece disso corre o risco de iconizar pessoas que são falhas, que falam e fazem bobagens como qualquer um de nós.

O episódio da bota de piton de forma alguma desmerece o ministério de Ana Paula e do Diante do Trono, mas talvez nos ajude a meditar sobre como estamos tratando as celebridades do meio evangélico e como devemos pensar e refletir sobre tudo o que ouvimos em nossas igrejas antes de sair dizendo “amém”. Mas do jeito que as coisas estão, não vou me surpreender se em breve surgir um “ministério da bota de couro” ou coisa parecida…

Um abraço,

Leon Neto 
PIB-Juína "A casa do Povo de Deus"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Os comentários são de responsabilidade de seus autores isentando a PIB-Juína de qualquer responsabilidade sobre os mesmos"

Postar um comentário